Portugues English Spanish Italian Deutsch French
Jericoacoara
GUIA CIDADE
O LUGAR
SERVIÇOS
O SITE
  Oferecimento
notícias » Obras vão suportar o crescimento turístico
03/03/2008 por:  Jericoacoara Turismo

Com recursos da ordem de R$ 227,46 milhões, o Governo do Estado iniciou licitações de projetos na área de infra-estrutura, voltados para suportar o crescimento da demanda turística. Segundo o titular da Secretaria do Turismo (Setur), Bismarck Maia, a meta é dotar o Ceará de acessibilidade terrestre, sinalização e saneamento básico, entre outros.

´O objetivo maior é programar o destino Ceará para daqui a 20 ou 30 anos´, aponta.

O ´pacote de obras´, incluso no chamado Monitoramento de Ações e Projetos Prioritários do Governo do Estado (Mapp), prevê a construção de sete trechos de rodovias, além de recuperação, duplicação e construção de estradas, facilitando o acesso aos principais pontos dos litorais leste e oeste.

´Até 2009, deve estar concluída a parte de obras de acesso terrestre´. Só nesta área serão alocados R$ 204,93 milhões. Segundo o secretário, o orçamento da Setur passou de R$ 10 milhões, em 2007, para mais de R$ 200 milhões este ano. ´Está tudo garantido pelo governador Cid Gomes. É só fazer o projeto andar´, frisou.

Conforme disse, a decisão de investir em infra-estrutura — além de capacitação e promoção comercial — veio depois de constatar que o Estado estava perdendo fluxo de turistas para os vizinhos nordestinos, no começo do ano passado.

´O turismo é o grande vetor para melhorar o Ceará econômica e socialmente´, destacou. Por isso, o governo estabeleceu pilares e definiu quatro pólos turísticos: Canoa Quebrada, Fortaleza, Jericoacoara e o Cariri. ´Não podemos limitar o Ceará a Fortaleza. Nossos produtos estavam se deteriorando e a Capital vinha perdendo competitividade´, comentou.

Meio ambiente

Na área de meio ambiente, o Estado prevê alocar R$ 2,40 milhões, notadamente em fixação e florestamento de dunas. No tocante a saneamento, serão investidos R$ 10,135 milhões, com destaque para o Aterro Sanitário Regional I em Paracuru e saneamento básico do Cumbuco.

´Também estamos investindo em sinalização das estradas e das cidades dos litorais leste e oeste, Fortaleza e Cariri´. Para a sinalização, estão previstos R$ 7,78 milhões.

Para capacitação de pessoal, Maia mencionou projeto que será estabelecido em parceria com o Sebrae/CE, ainda esta semana. Pelo menos R$ 10,44 milhões estão assegurados. Já na área de marketing e promoção comercial, o Estado vai alocar R$ 18,27 milhões, unindo recursos do Ministério do Turismo (MTur), Embratur e do Tesouro estadual. ´Em turismo não se vende beleza, se vende serviço. Todos os Estados estão se qualificando e requalificando para tentarem ser uma das sedes de jogos da Copa do Mundo (de futebol) de 2014´, argumentou o secretário.

LEGISLAÇÃO VAI PERMITIR
Praia de Iracema abrigará novo projeto

Bismarck Maia informou que o Estado está modificando a legislação que permitiu a criação das Organizações Sociais (OS), para incluir o segmento do turismo. Assim, deverão ser promovidos e administrados pelas OS futuros equipamentos turísticos do Ceará, incluindo o Pavilhão de Feiras, o Centro de Convenções e a Emcetur. ´Vamos, dentro desta perspectiva, criar um novo produto onde hoje existe um prédio do Dnocs, na Praia de Iracema´, adiantou o secretário.

Sem informar muitos detalhes, ele disse que o prédio do Dnocs contará com um oceanário e outros diferenciais. ´Vai ser um novo produto, com uma roupagem que vai tornar Fortaleza referência nacional´, declarou. O secretário foi o palestrante dos ´Encontros da Redação´, realizado periodicamente com fontes da imprensa e os profissionais do Diário do Nordeste. Maia disse que o Estado ainda está fazendo o levantamento de viabilidade do local do novo Centro de Convenções da Capital. ´Temos até o fim do ano para escolher a área. De antemão, penso que tem de ser em uma área de frente para o mar, para valorizar o que nós temos de vocação natural´.

Entusiasta da segmentação dos produtos turísticos, o titular da Setur destacou que o Governo do Estado, em parceria com o Banco do Nordeste (BNB), vai disponibilizar recursos para financiar a implantação de pousadas de charme ao longo da costa cearense. Estão previstos R$ 80 milhões, sendo R$ 40 milhões do próprio Tesouro estadual e os outros R$ 40 milhões do FNE. ´A linha de crédito contará com rebates significativos´, adiantou.

As pousadas de charme ou boutic hotels são meios de hospedagem de luxo, com poucas unidades, que reúnem sofisticação e serviço de um equipamento cinco estrelas, aliados a um atendimento mais personalizado. São poucos os estabelecimentos deste porte no Brasil. ´Numa boutic hotel gasta-se em média R$ 1.500 de diária e, diferente de um resort, onde o hóspede não quer sair do hotel, numa hospedagem deste porte ele gosta de ter contado com a cultura local, comprar artesanato e conhecer atrativos´.

Resorts

Crítico quando o assunto é implantação de equipamentos hoteleiros no Nordeste, o secretário destacou que é preciso ter cuidado, para que sejam realizados projetos de acordo com a demanda do Ceará. Para ele, houve especulação imobiliária na região e as conquistas anunciadas pelos estados vizinhos ainda não saíram do papel.

Maia defende a construção dos resorts Vila Galé Cumbuco, Aquiraz Riviera e Playa Mansa. ´Fortaleza só tem hotéis verticalizados´.

Fonte:
Samira de Castro
Repórter
www.diariodonordeste.com.br


//

301 Moved Permanently


nginx/1.4.6 (Ubuntu)
" target="_blank">

voltar

Oferecimento












jericoacoaraturismo.com.br
Guia de Turismo e Lazer de Jericoacoara
© Jericoacoara Turismo 2007 - 2017 Todos os Direitos Reservados
info@jericoacoaraturismo.com.br | comercial@jericoacoaraturismo.com.br
Hospedado por: Solus Host